Vues Aériennes de territoires aquatiques (2018)

Uma deriva pelos caminhos do cerne de uma árvore: retalhos de topos de Guarantã. A madeira indica caminhos que a ponta-seca segue, marcando num ritmo - a cada ponto - o seu deslocar. O rígido é também fluido, marcas de um movimento.

[xilogravura, 35x45 cm. Exposto em permanência durante residência artística no 59 Rivoli (08/2018 a 07/2019, Paris, França)]

Galeria de Imagens